Xinando - Cartoon
Cartoons made in Açores

sábado, 27 de dezembro de 2014

Desenhar Dizeres 32

(expressão)

Cartoon de 27 de Dezembro de 2014





(partir o côco a rir)

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Na Tasca 154 - Os dois lados das grades

É tanta trafulhice, aldrabice, e crime cometidos por gente tão "séria" que por aí circula livremente, que às vezes fico cm dúvidas sobre qual é o lado de dentro e o lado de fora das grades...

Cartoon de 10 de Dezembro de 2014

domingo, 23 de novembro de 2014

Na Tasca 153 - Grandes arrumações

Muito se tem prendido desde que o Citius deu o berro, ou será desde que voltou a funcionar?
Com tantas prisões mediáticas, começo a pensar que as tão reclamadas melhorias para as prisões vão finalmente ser feitas. Bem, se calhar não nas que existem, talvez peguem em algum hotel de luxo e passem a chamar-lhe "As grades - 5 estrelas".
Melhores que a maioria das nossas casas, com certeza.

Cartoon de 23 de Novembro de 2014

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Na Tasca 152 - Vistos Gold + uns trocos

Cumpriu-se o objectivo de fazer entrar dinheiro no país. Dinheiro fresco, e a passar pelo Estado, na figura de algumas das suas figuras...
A inovação nestes vistos gold está na emissão de visto de residência, pois esquemas destes com residentes nacionais também os há, e em maior quantidade.
Facilitar a entrada de indivíduos (sim, que a maioria só investiu em casas mesmo, nada de empresas e empregos) que não vêm produzir nada e se calhar apenas vêm lavar dinheiro parece uma opção bonita, e simpática. Será que os "investidores" em casas de luxo ainda tiveram isenção de IMI?

Cartoon de 19 de Novembro de 2014

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Livro Júnior o cagarro

Depois de em 2012 ter criado a história, em 2013 tê-la concluído e apresentado publicamente (projecção), chegou (finalmente) a data de lançamento do livro "Júnior o cagarro".
É uma história de banda desenhada sobre a perspectiva de uma cria de cagarro (Calonectris diomedea borealis), ave marinha cuja esmagadora maioria da população mundial nidifica nos Açores, quando é deixada no ninho e tem que iniciar sozinha o caminho em direcção ao mar para iniciar a migração.
Esta história foi criada durante um workshop a que assisti nesta altura do ano, que corresponde à saída dos juvenis dos ninhos, muitos dos quais se perdem, atraídos pelas luzes, e ficam indefesos em vários locais. A população dos Açores está cada vez mais alerta para esta situação, colaborando na recolha e libertação destes animais perdidos, para que retomem a sua viagem.
Em 2013, apresentei esta história, numa projecção associada à abertura da campanha SOS Cagarro, tendo que agradecer ao Parque Natural de Ilha de São Miguel esta oportunidade.
Em 2014, a Associação Ecológica Amigos dos Açores aceitou publicar esta história, e no dia 14 de Novembro de 2014 atinge-se o momento alto do seu lançamento.


Fica aqui o meu agradecimento a todos aqueles que me apoiaram de diversas formas neste caminho, reservando um lugar muito especial a duas pessoas: à Rita, que inspirou e apoiou sempre; e ao Paulo Garcia, que "recolheu" este cagarro e ajudou a libertá-lo, quer em 2013, quer agora!

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Os Russos andam a passear-nos

Finalmente percebi a (falta de) atitude do Benfica perante o Zenit de São Petersburgo há algum tempo atrás no Estádio da Luz: foram só os Russos a passear, como têm continuado a fazer, seja pelo ar, seja pelo mar.
Qualquer dia um escuteiro de bicicleta tem que escoltar algum tanque que se tenha "distraído" e entrado pelo território Português.

Cartoon de 06 de Novembro de 2014

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Ecos 34 - Poupar no papel

Hoje foi dia para esta dúvida filosófica: alguns documentos, mesmo que fiquem muito bem em formatos digitais, como e-books, etc., têm uma leitura assim tão ecológica ao serem lidos em digital?
Guardados em clouds, por aí em servidores gigantescos e com consumos de armazenamento, arrefecimento e transmissão elevados, não serão menos ecológicos que imprimir uma vez e folhear infinitas vezes?
Se calhar, muitos documentos, mesmo daqueles com uma grande quantidade de páginas, coloridas ou não, seriam tratados de forma mais ecológica imprimido-os e desligando os computadores para os ler e reler...
E os tablets, smartphones e outros podem muito bem trabalhar sem fios, desde que tenham estado tempo suficiente ligados ao carregadores.

Cartoon de 23 de Outubro de 2014

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Na Tasca 151 - Em queda

Quando se fala em privatizar as maiores empresas com capitais públicos, aparece sempre uma "desvalorizaçãozinha" oportuna. Já noutra, os aviões passaram a avariar todos os dias. Parece que o mote é roubar em grande para ver se não se nota... mas a cegueira de aldrabar é tão grande que se deixa de ver o óbvio?
E não me digam que são os mercados! São antes mercadores criminosos que conseguem atravessar impunes o sistema instalado. Havia princípios nos mercados, mas foi a primeira coisa que venderam.
Uma das empresas "assessoras" de uma interessada na compra dos activos foi a responsável pela queda, aliada à avalanche chamada Rioforte. São estragos de alguns que se propagam e oportunismo de outros que ao oportunismo juntam predação, e com certeza parasitismo.

Afinal o Salgado não era assim tão bom. Afinal o Bava também não. Quantos mais "super-heróis" económicos vão subitamente perder os poderes e virar vilões?

Cartoon de 20 de Outubro de 2014

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

domingo, 14 de setembro de 2014

Na Tasca 149 - ainda há stock

Desconheço o senhor, mas o nome que carrega parece sintetizar tanto sobre este país, este banco, enfim, sobre isto tudo!

Cartoon de 14 de Setembro de 2014

domingo, 7 de setembro de 2014

domingo, 24 de agosto de 2014

sábado, 23 de agosto de 2014

terça-feira, 12 de agosto de 2014

sábado, 9 de agosto de 2014

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Bancos bons, bancos maus, e nomes fantásticos

Imaginei esta rua, na baixa das nossas cidades...
A rua será a Nova Rua, ou a Rua dos Bancos, dependendo da cidade...
Cartoon de 05 de Agosto de 2014

quinta-feira, 31 de julho de 2014

quinta-feira, 24 de julho de 2014

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Na Tasca 148 - O fiel amigo

O vice diz que o IRS será mais amigo das famílias. Mais amigo pode ser, pois qualquer coisa acima do muito inimigo é sempre melhor.

Cartoon de 23 de Julho de 2014

segunda-feira, 21 de julho de 2014

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Na Tasca 147 - The BESt

Diz-se que não se deve esperar nada de jeito de um país que terá nascido da violência doméstica, da guerra/zanga entre mãe e filho.
Tantos séculos depois, mais uma vez. guerras familiares parecem estar a fazer mossa além-família. Se calhar o grau real de parentesco é mesmo "comadre", pois costuma-se dizer que quando elas (as comadres) se zangam..., bem, aparecem as verdades.
Concentra-se o poder económico, concentra-se o poder, acumula-se o máximo, liga-se tudo aos nossos (maçons, partidários, e outros que tais), e depois, quando vacila, cai o concentrado...
Um país como o nosso é mesmo a expressão do pequeno: guerra de família, paga o banco, vacila o banco, vacila o país... cria-se teias, cai a seda, cai a teia em cima de todos.

Cartoon de 11 de Julho de 2014

domingo, 6 de julho de 2014

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Às calculadoras...

Às calculadoras, às calculadoras,
Contra os Ganeses,
Arrastar, arrastar...

Cartoon de 23 de Junho de 2014

quinta-feira, 19 de junho de 2014

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Na Tasca 146 - Querem cortar, querem

O Primeiro-Ministro queixou-se do Tribunal Constitucional, em coro com o Governo e partidos apoiantes. Chegou ao ponto de questionar a legitimidade daquele tribunal. O  argumento é simples: quem são eles para impedirem o Governo, se não foram eleitos?
Pois, quem cresceu no seio de um partido, esquece que a sociedade é assim mesmo: com meios de regulação, e com possibilidade de actuação fora dos círculos partidários. Crescem a viver o círculo partidário, da intriga, das influências, negociatas, cunhas, agendas económicas e interesseiras, e ficam admirados por haver órgãos institucionais fora da suas garras (ou pelo menos aparentemente isentos, e legalmente obrigados a tal).
Na prática, havia uma ambição alimentada durante o crescimento pessoal, desde pequeno jotinha, de ser líder partidário e chefe de governo. Quase não se faz mais nada na vida senão preparar esse caminho. Os erros dos anteriores executivos até serviram de catapulta para a ascensão política até ao poder. Chato o país estar naquele estado e ser então mais fácil piorá-lo que o melhorar...
Agora pareceu um lamento, tanta ambição, tanto jeito para chegar ao topo (fora os jeitinhos), e a infelicidade de ter nascido neste país. Se calhar noutros não há Constituição para respeitar, se calhar noutros dá para passar por cima da Constituição e de todos, se calhar são ditaduras, ora bolas.

E se calhar a maior fatia da birra, da falta de serenidade, e da falta de respeito pelo TC e pela Constituição deste país, foi ter que adiar uma viagem para ver a Selecção...

Cartoon de 05 de Junho de 2014

terça-feira, 3 de junho de 2014

terça-feira, 27 de maio de 2014

Na Tasca 145 - Foi?

Perdi uma oportunidade para me candidatar. Parece que quem foi votar garantiu a própria eleição. Da próxima, tento.

Cartoon de 27 de Maio de 2014

É natural 04



Cartoon de 26 Maio de 2014

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Na Tasca 144 - A saída limpa

Muito se fala de saídas limpas. Se calhar a poeira tem-me ofuscado a vista...

Cartoon de 06 de Maio de 2014

terça-feira, 6 de maio de 2014

domingo, 4 de maio de 2014

sábado, 3 de maio de 2014

Na Tasca 143 - Espremido

Os governantes e grande parte dos políticos, na linha do governo (se mudar de governo, mudam os intervenientes, talvez não a descrição genérica que faço), gostam muito de dizer que vivemos acima das nossas possibilidades, por isso estamos como estamos.
Ora, eu não posso viver acima das minhas possibilidades se nem sei quais são as minhas possibilidades. Quando em Maio ainda se anunciam alterações e ajustes e novos descontos e alterações de não sei o que mais, como é que se sabe as possibilidades? Cada mês o ordenado é diferente, e é preciso tirar um curso só para o perceber.
O governo não consegue começar um ano com um orçamento em vigor (aprova no fim do ano e os serviços e entidades que levem os meses seguintes a aprender a interpretar, em vez de se começar o ano com as coisas definidas). Se o governo não consegue decidir o seu orçamento e mantê-lo estável, tem algum recalcamento quanto a quem pensa no seu orçamento pessoal e familiar? Vinga-se e baralha todos os meses para parecer que o mal é geral?
Deve ser isso...

Cartoon de 03 de Maio de 2014

segunda-feira, 28 de abril de 2014

domingo, 27 de abril de 2014

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Na Tasca 142 - + 25 - 25

Tenho a mesma idade que o 25 de Abril. Bem, menos 4 meses, o que pode fazer de mim um comodista, pois só cá cheguei depois da velha senhora se ter ido.
Com a mesma idade que este evento, vi-me a crescer ao mesmo tempo que esta democracia. Não me lembro dos tempos iniciais, bebé, com muitas fraldas para ir trocando e muita infantilidade (talvez comum a ambos). Mas lembro-me a partir da infância, do processo de crescimento, e da fase em que se deve amadurecer e assumir responsabilidades.
Concluo que tenho a mesma idade que esta democracia, mas estou muito melhor conservado, apesar das mazelas que se vai adquirindo na vida, e que, sobretudo (e felizmente) sou muito melhor tratado e acarinhado.
Ainda bem para mim, mas mal para este país...
Vejo que vai haver, de novo, o frete das figuras de estado a passar o feriado na Assembleia da República. Se calhar, muitas delas deveriam festejar a sua "liberdade" nos respectivos bancos e não nos bancos da AR.

Cartoon de 25 de Abril de 1974

quarta-feira, 23 de abril de 2014

terça-feira, 22 de abril de 2014

segunda-feira, 21 de abril de 2014

domingo, 20 de abril de 2014

terça-feira, 15 de abril de 2014

Desenhar Dizeres 10

Mais uma expressão para adivinhar

Cartoon de 15 de Março de 2014



(Mais vale tarde que nunca)

segunda-feira, 14 de abril de 2014

sábado, 12 de abril de 2014